sábado, 27 de novembro de 2010

Capitulo 1 - Be mine

Por: Lívia Stramare
"O amor é um sentimento tão delicado, que as vezes nos contentamos só com a ilusão de que ele existe..."

Ela somente estava perdida naquela noite dentro de um ônibus, com a certeza de uma só coisa; Seria uma longa noite.
Ela ainda não acreditava em sua própria realidade, todo seu pequeno mundinho tinha acabado sua vida nunca, mais seria a mesma. Demi não queria acreditar ainda que estivesse dentro de um ônibus para o nada. Onde ela viveria? E o bebê que ela esperava, teria um futuro? Mais ao pensar nisso lagrimas que ela estava segurando depois de ser expulsa, caíram como gotas de chuva na época da seca.

As imagens dos 10 minutos passados eram as imagens que vinham como um presente em sua mente, mais era a única coisa que gostaria de se esquecer. Ela não poderia fazer muito para si mesma... Já estava perdida por completo; sem teto, grávida, sem roupa ( só a do corpo), sem comida e sem proteção, o que mais faltava acontecer a doce garota que por um momento descobriu o que era a amar, e segundos depois o que era estar iludida. A pequena Demi de 17 anos soube o que era ser feliz por um segundo, o segundo mais amaldiçoado de sua vida que a fez ficar lá, mais aquele segundo foi a melhor coisa que já acontecera com ela, ela esperava uma criança, o pequeno fruto da prova que a vida é simplesmente surpreendente. Mais aquilo era o de menos, ela precisava saber o que iria fazer nesse momento, porque o ônibus ira terminar suas paradas pelas ruas de Los Angeles e ela terá que descer para encarar o mistério de seu caminho.

Seus pensamentos logo se concretizaram: o ônibus com a ultima parada. O motorista olhou a pequena garota sentada no ultimo banco do ônibus e lhe perguntou:
- Qual será sua parada?
A garota com o rosto abaixado o levantou, mostrando suas lindas feições, seu lindo cabelo preto cacheado, seus lindos olhos verdes, sua bochecha rosada e lábios vermelhos natural, e um olhar de tristeza carregado com responsabilidade.

- Taluca Lake, por favor – Foi à única coisa que a linda jovem falou para o motorista que logo colocou o pé no acelerador.

E logo chegado ao seu destino o motorista falou olhando a linda jovem.
- Chegamos.
- Obrigada – a jovem falou se levantando e passando pela trinca. Ela com a mão no bolso retirou algumas moedas e deu ao motorista.
- Não, pode ficar. Você precisa mais do que eu – ele falou simpaticamente.
- Obrigada.

A jovem desceu do ônibus para a rua vazia e escura da linda vizinhança que a rodiava. A única ajuda que ela podia esperar, sua única e ultima esperança. Sua melhor amiga, Selena, sua amiga desde a infância, família pobre, garota humilde e batalhadora, elas tinham brigado recentemente.Mais isso, Selena não se importaria, ela sabia o valor da amizade, e não deixaria que isso abalasse a delas.

Assim Demi calmamente foi a casa de madeira, cor branca com todas as janelas, portas e o teto de cor azul escuro, Demi bateu na porta, logo depois de percorrer o quintal. Não havia resposta. Selena não atendia, isso era muito raro. E como uma preocupação Demi girou a maçaneta da porta, que se abriu, em seguida e dando de cara com o corredor Demi deu 5 passos e teve plena vista da sala de estar, com uma das piores imagens que ela viu na vida.

1 pensamentos:

Daii's !? s2s2 on 20 de novembro de 2011 15:58 disse...

Ahhh, que perfeito.

Sentimentos a flor da pele. Emoções já mais sentidas, tudo o que uma fan fic precisa ter para se tornar perfeita,
por favor poste, esperar é o que todos os leitores mais odeiam, mas tenha certeza, quando você postar ahhhh, vai ser demais.

 

Meu primeiro e único amor. Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting