segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

21° Capitulo

Por: Lívia Stramare
Joseph percebera quando Demi se esgueirara pela porta envidraçada da sala de visitas. Podia entender que ela desejasse escapar.
Aliás, sentira-se aliviado ao entrar na sala, vendo que ela não estava perto de Ashley. Teve curiosidade de saber quem poderia ter-lhe sugerido que tocasse piano. Mas não achara conveniente perguntar.
— Vai jogar, Joseph? — perguntara-lhe Ashley, que naquela noite estava bem-humorada,
— É evidente, pensei que você também quisesse.
— Ganhei um pouco na noite passada — disse Ashley —, mas não o suficiente. Deve sentar-se perto de mim e dar-me sorte, Joseph.
— Primeiro tenho que ver o que meus outros convidados querem fazer. Você deve dirigir-se para a mesa maior e organizar tudo, como sempre sabe fazer tão bem.
Ashley sorriu. Ficava encantada quando o duque a tratava como se fosse a anfitriã de Mere, que era o que mais desejava ser.
Intimamente, ela pensava que brevemente poderia impedir a vinda de toda aquela gente para a mansão. Na realidade, era uma pretensão destituída de fundamento. Entretanto, sempre imaginava que tudo o que queria tornava-se uma verdade.
Acomodou a todos, que queriam jogar bacará, e o fez de tal forma que deu a entender ser ela quem comandava o espetáculo, sendo a única cuja opinião era acatada.
Três dos convidados queriam jogar bridge, e o duque conseguiu um quarto parceiro. Reparou então que Taylor Fane não se sentara à mesa de bacará, conforme era esperado. Viu-o dirigir-se para a porta envidraçada que dava para o terraço. Compreendeu imediatamente que ele estava à procura de Demi.
Irritado, pensou que após o que acontecera antes do almoço, Taylor estava agindo mal, arriscando-se a uma cena com Sarah Stort por causa da moça. Disse com seus botões: “Esta é a última vez que convido uma moça solteira para minhas reuniões”.
Contudo, ocorreu-lhe que não era por Demetria ser jovem e solteira que estava provocando toda aquela celeuma entre os convidados. Mas apenas porque possuía uma atração fora do comum. Fosse o que fosse, era responsável por ela. Assim, Taylor não tinha o direito de segui-la ao jardim, o que certamente deixaria Sarah furiosa e suscitaria comentários, mesmo que fossem sem maldade.
Ao ver que Ashley estava ocupada bancando o jogo, dirigiu-se para o terraço, sem saber qual a direção que Demetria tomara. Tinha certeza — embora sem saber por quê —, que deveria ter ido para o tanque dos nenúfares. Ele ficava num jardim planejado por sua mãe. Apesar de pequeno, achava-o muito atraente.
Além desse, havia outro com várias plantas, cercado por muros de tijolos vermelhos, no estilo elisabetano, e ainda um terceiro cheio de roseiras, com um quadrante solar no centro. Um pouco mais afastado, o jardim japonês com árvores e arbustos, que eram miniaturas de espécimes maiores.
Entretanto, o que ficava mais perto, sendo também o mais bonito, era o que tinha o tanque dos nenúfares.
Começou a andar depressa sobre o gramado macio, e ao aproximar-se do jardim, ouviu vozes. Seu primeiro impulso foi dirigir-se diretamente para onde Demetria e Taylor Fane estavam. Mas, ao chegar à sebe, percebeu que dali podia escutar o que diziam.
— Isto aqui é muito agradável — disse Demi —, mas acho que deveríamos voltar.
— Não há pressa — respondeu Taylor. — Todos estão jogando e quero falar com você.
— Sobre o quê?
— A seu respeito.
— Só posso pensar no quanto este jardim é lindo.
— Assim como você!
— Já disse… acho que devemos voltar.
Não havia dúvida de que Lorena estava nervosa. O duque ergueu as mãos afastando os ramos à sua frente. Pela abertura, vislumbrou-a claramente, de pé ao lado do tanque, com o luar iluminando seu rosto, enquanto Taylor estava de costas para ele.
— Eu a levarei de volta, mas primeiro quero beijá-la. Jamais foi beijada, e por isso quero iniciá-la em tão doce prazer.
— Não! — ela não se mexera, mas falara com firmeza.
— Não? Por quê?
— Porque, quando for beijada… talvez seja realmente maravilhoso. Contudo… gostaria que o homem que me beijasse fosse aquele com quem eu me casasse.
Verificou-se um silêncio, e o duque sabia que Taylor ficara surpreso.
Após um momento, ele tornou a dizer:
— Julgo que achará difícil saber se deseja mesmo casar-se com um homem, a não ser que o beije primeiro.
Demi sacudiu a cabeça antes de falar:
— Pode achar que seja uma tolice, mas tenho certeza de que se eu me apaixonar por alguém, a ponto de querer casar-me, meu coração me dirá se eu amo essa pessoa ou não.
— Talvez tenha razão — disse Taylor —, mas ainda quero beijá-la, Demetria, ou melhor, Demi. Há muito que não desejava uma mulher tão intensamente.
O duque sentiu que ele ia continuar insistindo, e aquilo era algo que não podia permitir. Estava prestes a passar pela sebe e interferir, antes que Taylor assustasse Demetria, quando a ouviu dizer:
— Acho que se a senhora que o ama o ouvisse dizer essas coisas, ficaria muito zangada. Eu não a condenaria, pois é desleal amar uma mulher e desejar outra.
Se Demi, anteriormente, já deixara Taylor surpreso, agora conseguira espantá-lo, pensou o duque.
— Sou um homem livre — disse o major, como se quisesse desculpar-se. — Não pertenço a ninguém, Demi, e ninguém pode impedir-me de querer beijá-la. Não acho isso desleal.
— Se não é desleal, então é cruel. Não desejo ser cruel com ninguém… Por favor, entenda… não quero ser beijada.
Seu modo de falar, com a voz ligeiramente trêmula, banhada pelo luar, tudo contribuía para que parecesse ainda mais bela e jovem.
Então, Taylor Fane capitulou, como se ela tivesse usado uma arma mais eficaz do que as flechas que o pequeno deus do amor carregava nos ombros.
— Não farei nada que você não queira, Demi. Mas prometa-me uma coisa.
— O quê?
O duque notou que ainda estava um pouco nervosa, talvez com medo, porque agora compreendia o que não percebera antes, que Taylor Fane era um homem, que desejava algo mais do que um simples beijo.
— Quero pedir-lhe para vê-la quando for embora de Mere. Como deve ter percebido, as coisas aqui são diferentes, e num outro lugar as coisas pareceriam diversas. Quero vê-la, Demi, muito mais do que eu possa dizer-lhe.
— Também gostaria de revê-lo — respondeu ela. — Contudo, não sei onde estarei nem onde viverei.
— Isso não tem importância. Eu a descobrirei, e então poderemos realmente nos conhecer, o que gostaria de fazer — sua voz era tão ardente que fez com que Demi tornasse a pedir:
— Vamos voltar. — Ela não podia afastar-se dali, a não ser que ele saísse de sua frente.

*********************
Aii aii ein...

Aiii gente que emoção! 

Bom eu ja terminei a historia e ela tem 33 capitulos! *-* E espero que vocês curtam-os com muito amor! *-*

Respostinhas: 

Heloisa;Haha demorei nad´s! *-* Ja tá aii... Haha ja disse sim, mais não me canso de ler! *-* Beijins de estrelas, até amanhã BEST!
Paola: HAAAAAAAA brigadin´s! *-* Você é uma DIVAW mesmhu, né? Faço questão de divulga-lo! *-* Beijins de estrelas!

Mona: Aiii BEST BRIGADIN`S! *-* Você que é fofa! ###POSTADIN`S#  Beijins de estrelas BEST!

Tay: Hah tudo bem! E muitooooo obrigada! È mesmhu... muito rapido! Mais eu adoro isso! E não tem problema!  hAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA que T-U-D-O! Brigadérrima! *-* te amhu BEST! *-* Beijins de estrelas.

Bom é isso!

3 coment´s.

Amhu vocês!

Beijins de estrelas e Boa Noite! *-*
Ass:Lívia.

5 pensamentos:

Tay. on 28 de fevereiro de 2011 21:16 disse...

primeira? AHHHHHHHHHH, QUE EMOÇÃO...
best ta muito perfeito!!

e agora eu vou ter menos tempo ainda pra comentar, to com 3 blog, e mais a escola, mais as tarefas, mais minh mãe [ ela não para de me encher o saco! :X ]... ect...

desculpa de seu não comentar, mais eu vou tar sempre lendo...

beijos... tiamu...

by : Tay.

Heloisa_jemi.Nelena on 1 de março de 2011 10:06 disse...

amei esse capitulo tá maravilhosos
coitada da demi acho que ela ficou com medo se eu fosse o joe batia nele kkkkkkkkkkkkk
bjosss besttttt

monalisa on 1 de março de 2011 14:22 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
monalisa on 1 de março de 2011 14:24 disse...

aii tah linduu !!!
posta posta posta !!
bjss fofa !! :)

Paola on 1 de março de 2011 14:49 disse...

Tahhhh lindooooo d++++!!
AMEI AMEI AMEI AMEI MTTAOOO!!!

PERFECCCTTTT SUPER DIVAH Q EU AMOO MTTT!! <3

POSTAAAA LOGOO EIN, SE NAO QUISER ME MATAR D CURIOSIDADEEE!!!

MMMTTTSSS BEIJOSSSSSS!!!

 

Meu primeiro e único amor. Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting