sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

6° Capitulo

Por: Lívia Stramare

Enquanto esperava na plataforma, sir Nick teve que admitir para si mesmo que estava apreensivo. Não pretendera deixar-se envolver daquela forma, num desafio que talvez viesse a custar-lhe uma fortuna!
Bebera muito nas corridas, e embora nunca se embebedasse — era demasiadamente cuidadoso para que isso acontecesse — concluíra posteriormente que seu bom senso ficara um pouco deturpado.
O único motivo que o fizera aceitar o desafio fora o fato de Archie Carnforth tê-lo aborrecido. Ele era realmente o único amigo íntimo do duque por quem sentia uma certa aversão.
Archie era sempre muito presunçoso, e sempre achava que, qual quer que fosse o assunto, seus antagonistas forçosamente tinham que estar enganados.
Começara a irritá-lo nas corridas. Sempre que um cavalo desconhecido ganhava, punha-se a fazer uma preleção sobre como prever que determinado cavalo tivesse uma chance. Embora fosse um conhecido proprietário de cavalos de raça, raramente apostava.
Por isto, sir Nick e muitos outros o achavam irritante.
De qualquer modo, pensou sir Nick, deixara-se levar pelo que prometia ser uma visita desagradável à mansão Mere. Em vez de esperá-la com ansiedade, como sempre acontecia, a fim de encontrar-se com o duquí e seus amigos, sentia-se positivamente apreensivo.
Pensou que agora era tarde demais para fazer o que devia ter sido feito: ficar com Demetria em Londres durante uma semana para que pelo menos, conseguisse vesti-la adequadamente antes de apresentá-la aos seus adversários naquela aposta.
Fora isso que fizera o professor Higgins em Pigmaliao. Chegou à conclusão de que tinha sido negligente ao se esquecer do quanto eram importantes as roupas usadas por uma mulher. Pensou tristemente que tinha sido um idiota.
Como se adivinhasse o que ele estava sentindo, Zac disse-lhe:
— Ânimo, Nick! A sua tradicional boa sorte resistirá a qualquer coisa.
Sir Nick achou graça.
— É tão evidente assim que eu esteja prevendo o pior?
— Mal falou uma palavra desde que saímos de White, e isso é muito raro!
Na véspera, durante o jantar em Mere, tinham tido uma discussão acirrada sobre quem deveria acompanhar sir Nick à estação. Lorde Carnforth sugerira ele mesmo. Contudo essa idéia foi rejeitada porque, como dissera Nick Benson, ele estava demasiadamente comprometido, e poderia tramar alguma coisa que amedrontasse ou constrangesse Demetria ante o que a esperava.
Finalmente quem decidira fora o duque. Alegou que, como juiz, estava designando Zac, por acreditar que podia confiar nele. Sendo imparcial, era uma questão de espírito esportivo.
— Ele pode estar de seu lado, Nick — dissera Joseph. — Mas ao mesmo tempo, assumirá a responsabilidade de verificar se você não se prevalecerá de alguma vantagem desonesta no trajeto para Mere.
— Se quer saber — dissera-lhe Nick —, esse páreo está pesado demais para mim. Primeiro, não tenho permissão para avisar minha sobrinha. Segundo, ela terá em Zac um desconhecido ouvindo cada palavra que disser, e terceiro, estará cansada após essa longa viagem.
— Levarei tudo isso em consideração — observara lorde Carnforth, de um jeito que o irritara ainda mais.
E agora, enquanto esperavam na estação, disse a Zac:
— Acabo de verificar que, pelo menos, podiam ter-me autorizado a vestir Demetria adequadamente para o papel que terá que representar.
— Expressou-se mal — observou Zac. — Ela deve ignorar que se trata de uma representação. Caso ela comece a dissimular, sabe tão bem quanto eu que isso será evidente para todos.
Sir Nick inclinou a cabeça, concordando, e disse:
— Entretanto, suponho que aparecerá vestida com as roupas que usava no colégio — suspirou ao lembrar-se de como se trajavam mal as colegiais que tivera ocasião de ver, ao desfilarem pelo Hyde Park.
Decidiu então que se Demetria tivesse algo de parecido com elas, desistiria de tudo e se recusaria a levá-la para Mere. Assim pensando, disse em voz alta:
— Não estou disposto a tornar-me objeto de zombaria de todos. — Ao notar a expressão de surpresa no rosto de Zac, acrescentou: — Reconheço ter cometido um erro fundamental no que se refere à palavra “ir”. Quero deixar bem claro, Zac, que se a moça for vulgar, com o rosto todo manchado e mal vestida, você “irá” para Mere sozinho. Não “vou” deixar que Archie me humilhe, a partir do momento em que ele a conhecer.
— Não vejo motivo por que ela não deveria ser atraente, se é sua sobrinha — observou Zac num tom conciliador.
— Archie tem razão — continuou sir Nick, melancolicamente. — As mocinhas inexperientes dessa idade são desajeitadas, broncas e tímidas. Não sei por que cargas d'água fui o primeiro a me meter nessa enrascada.
— Porque ficou irritado ao ver Archie tão dogmático.
— É verdade — admitiu sir Nick, rindo.
— Pois estou interessado nessa competição, ou como quer que a chame. Não só por concordar com você, sobre Archie ser irrítantemente prepotente, mas porque ela parece divertir Joseph.
— Imaginei logo que era esse o motivo pelo qual me apoiou — disse sir Nick com um sorriso.
— Ele está entediado, Nick. Parece incrível, mas está!
— A culpada disso é Ashley. Está abusando demais da amizade dele. Deveria tê-la avisado de que estava começando a saturá-lo.
— E por que não avisou?
— Em várias ocasiões, ela fez tudo para atrapalhar minha vida.
— Ah, então quis pagar na mesma moeda?…
— Isso mesmo! E só espero que uma vez livrando-se dela, Joseph encontre alguém mais cordato, e evidentemente uma mulher mais simpática para com os amigos dele.
— Já pensou em alguém? — perguntou Zac.
— Sim, e estive para sugerir que devia ser convidada para ir a Mere esta semana. Mas pensando bem, talvez cause confusão.
— De fato — concordou Zac. — Queremos que Joseph se concentre na competição. É melhor que apareça numa outra ocasião, e não, evidentemente, quando Ashley estiver lá.
— Foi o que pensei — disse sir Nick. — E como Ashley deve estar em Mere esta semana, não haverá lugar para mais ninguém.
Os dois sorriram maliciosamente.
Ashley, a condessa de Hellingford, tinha sido arrogante e, às vezes, segundo julgavam, desleal com ambos. Por gostarem sinceramente do duque, achavam importante protegê-lo contra qualquer um que o explorasse de um modo muito evidente. Isto se referia mais às mulheres.
Por ser tão rico, aqueles por ele favorecidos costumavam aproveitar-se de sua generosidade. Até certo ponto, isso era compreensível.
Entretanto, Ashley Hellingford era gananciosa. Não se contentava com os diamantes que usava à volta do pescoço, dados pelo duque, bem como com os cavalos que montava e os carros de passeio. Pretendia também que ele lhe desse muitas outras coisas, não consideradas presentes admissíveis entre um homem e sua amante.
Ashley não podia ser considerada pobre. Seu marido, tendo por objetivo principal as caçadas na África, era um homem abastado, possuindo uma grande propriedade em Gloucestershire.
O fato de não viajar sem uma companhia feminina tornava Ashley simpática às amigas. Desempenhava assim o papel de mulher enganada. Mas sir Nick e Zac estavam convencidos de que se havia qualquer coisa irregular naquela situação, era o procedimento de Ashley.
— Posso dizer-lhe uma coisa — observou Zac. — Quando eles se separarem de fato, precisamos ter certeza absoluta de que alguém em Mere conte os quadros de Van Dyke e a coleção das caixas de rape…
Sir Nick riu. Ambos estavam pensando num outro caso amoroso do duque. Ao se separarem, com muitas recriminações por parte da ex-amante, o duque fizera uma descoberta: após o rompimento final, muitas miniaturas, que eram uma herança da família, haviam desaparecido misteriosamente. Entretanto, foram devolvidas em troca de uma boa quantia em dinheiro.
— O trem está chegando! — exclamou sir Nick.
Zac, um tanto divertido, sentiu que seu amigo estava positivamente tenso, o que não era muito habitual em sir Nick.
Ele era uma dessas criaturas que dão a impressão de serem imunes às preocupações mesquinhas e maçantes. Portanto, aquele seu estado de ansiedade era realmente excepcional.
Quando o trem apareceu resfolegando, e parou no fim da plataforma, Zac sentiu que estava profundamente curioso para ver como seria Demetria. Se fosse atraente como ele e seu tio esperavam, isso poderia vir a ser muito divertido e até um triunfo. Mas algo lhe dizia que aquilo não era muito provável.
Ela poderia não ser tão desengonçada e feia quanto Archie descrevera. Mas tinha razão ao dizer que uma colegial estaria deslocada num lugar como Mere, entre os homens e mulheres mais sofisticados da Europa.
Com a morte do rei Eduardo, desapareceram os anfitriões que com tanto esplendor presidiam às recepções nos salões suntuosos. Permanecera apenas o grupo de Windlemere, para brilhar social e intelectualmente. As mulheres eram escolhidas por sua beleza e os homens pela inteligência.
Do mesmo modo que sir Nick, Zac se perguntava como podiam ter tido a idéia absurda de imaginar que o grupo pudesse considerar Pigmalião uma coisa verossímil. O culpado era Shaw, que de um modo ou de outro sempre fora um revoltado.
Enquanto os passageiros saíam do trem, sir Nick os observava. Ligeiramente inclinado sobre sua bengala, a cartola elegantemente colocada, parecia muito à vontade. Somente Zac sabia o que ele devia estar sentindo.
— É ela, finalmente! — exclamou sir Nick, emocionado. zac virou a cabeça e viu uma moça que se aproximava.

********************
HAAA!

O que será que Zac pensará de Demi?
Será que Demi conseguiria ser uma dama?
Será que a aposta será descoberta?

Aii quantas perguntas!!!

Mais somente serão respondidas nos próximos cps.

Respostinhas:

Tay: HAA MUITOOOO Brigadin´s!  ###POSTANDO### Te amhu BEST Forever! *-* Beijins de estrelas.

Paola: HAAAAAAAAAA Brigadin´s! *-* Você que é fofa viu... Divah? Eu? Haha só você mesmo flor! Brigadin´s por existir e fazer meu dia melhor! *-* Beijins de estrelas BEST! *-*

Haha amei os coment´s! *-*

3 coment´s pro próximo cp sair ein...

Bom... é isso. Até o próximo cp.

Beijins de estrelas.

Ass:Lívia.

3 pensamentos:

monalisa on 25 de fevereiro de 2011 15:00 disse...

posta posta posta !! tah perfeito bjssssssssssss

Heloisa_jemi.Nelena on 25 de fevereiro de 2011 16:12 disse...

postaaaa tá maravilhosoooooooo
amei essa historia

Heloisa_jemi.Nelena on 25 de fevereiro de 2011 16:12 disse...

por fVOR POSTA RAPIDO ESTOU MORRENDO DE CURIOSIDADE
bjosssssss

 

Meu primeiro e único amor. Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting