terça-feira, 1 de março de 2011

23° Capitulo

Por: Lívia Stramare

O duque dormia profundamente, quando acordou com o rosnado de Rufus, seu cão, que sempre ficava em seu quarto. Não era comum Rufus o acordar durante a noite. Ao abrir os olhos, pensou que já devia ser de manhã.
Percebeu então que o quarto estava completamente escuro, exceto pela claridade que provinha da janela. Como a noite estivesse muito quente, deixara a cortina aberta, para refrescar um pouco e poder ver as estrelas no céu.
Rufus tornou a rosnar. O duque se perguntou o que poderia estar preocupando-o. Viu-o dirigir-se para a porta, farejando por baixo dela. Teve então certeza de que alguém deveria estar no corredor. Mas quem poderia ser?
Era pouco provável que alguém estivesse passando por aquele corredor. Seus aposentos, embora ficassem no primeiro andar do edifício principal, não tinham vizinhos, a não ser a suíte da condessa.
Contudo, achou quase impossível que Ashley tivesse se levantado àquela hora, para vir ao seu quarto.
De fato, ao se despedir dela antes de ir deitar-se, já à porta, recusara-se a entrar. Sabia que ela estava esperando que o fizesse, como esperara na noite anterior. Entretanto, não se sentia disposto a procurá-la, e ela era bastante experiente para saber quando não devia pressionar um homem.
Apesar disso, ao terminarem o jogo de bacará e todos os convidados se despedirem e subirem para seus quartos, Ashley deu um jeito de ficar com ele. Ao acompanhá-la até o quarto dela, pararam à porta.
— Até amanhã, Ashley — dissera ele. — Estou satisfeito por você ter ganho esta noite.
— Tem que ser “até amanhã”? — perguntara.
Embora estivesse muito bonita, sob o reflexo dourado da luz dos candelabros de parede do corredor, ele não conseguia compreender por que não sentia nem mesmo desejo de tocá-la. Relutava até para levar a mão dela aos seus lábios, embora se sentisse obrigado a fazê-lo.
— Estou cansado. — Ao dizer isto, sentiu-se envergonhado da desculpa tão banal, sabendo que Ashley não acreditaria nela.
Beijou sua mão e, ao sentir que ela o puxava, virou-se.
— Boa noite, Ashley. Já é muito tarde, por isso tenho certeza de que dormirá bem.
Percebeu que ela fizera um movimento para detê-lo, mas ele afastou-se, e dirigiu-se para seu quarto sem olhar para trás.
Agora, vendo Rufus farejar por baixo da porta, o duque ficou escutando e, tenso, esperou. Pensava que seria inconveniente e embaraçosa uma cena com Ashley àquela hora. Contudo a porta não se abriu. Então, ele se convenceu de que alguém deveria ter passado pelo corredor. Mas quem poderia ser?
De repente, ocorreu-lhe que talvez fosse um ladrão. Estava pensando em instalar um sistema elétrico de alarme, tendo ouvido dizer que era muito eficaz.
Até então não julgara necessário proteger-se contra os assaltantes, que já haviam entrado em várias casas ricas. Sabendo, porém, dos tesouros que possuía, presumiu que seriam realmente uma tentação para aqueles “colecionadores”, que às vezes empregavam “métodos suspeitos” para aumentar suas coleções.
Finalmente, saltou da cama, pôs os chinelos, vestiu seu robe de veludo, e dirigiu-se para a porta.
Rufus continuava rosnando, como se ainda sentisse a presença de um intruso, cuja passagem começava a desvanecer-se em sua memória.
Como não quisesse acender a luz, foi tateando até encontrar o trinco da porta, abrindo-o bem devagar. O corredor estava apenas iluminado por algumas lâmpadas, que o criado deixara acesas após todos terem ido deitar-se.
Saiu do quarto, e embora não tivesse certeza, sentiu algo mover-se nas sombras no fim do corredor. Ficou intrigado e decidiu verificar. Dirigiu-se rapidamente para o lugar no qual pensara ter percebido um movimento. Ao chegar lá, viu a escada em caracol, que subia para o telhado. Fazia tanto tempo que utilizava o corredor só para ir até seu quarto, que se esquecera da existência daquela escada.
Agora estava convencido de que, quem quer que fosse que despertara a atenção de Rufus, deveria ter subido por ela, para esconder-se.
De repente, ocorreu-lhe que os ladrões deveriam achar os imensos telhados de Mere um lugar apropriado para ocultar-se. Por eles também poderiam descer sem ser vistos, indo dar num ponto diferente daquele pelo qual tinham entrado.
Ao subir rapidamente, pensou que fora muito imprudente, não tendo trazido uma arma. Guardava sempre um revólver em uma das gavetas do quarto. Entretanto, uma boa bengala ou o atiçador da lareira também seriam eficazes quando usados por alguém tão forte e atlético quanto ele.
Satisfeito, pensou que também poderia enfrentar qualquer intruso comum, com seus próprios punhos, e teria adorado fazê-lo.
Quando estudava em Oxford, fora campeão de pugilismo na categoria de seu peso, e quando no Exército saíra-se bem no ringue. Agora, há muito que não lutava, e até que se divertiria com uma boa luta, contanto que não tivesse que enfrentar muitos de uma só vez.
Ao chegar ao topo da escada, deparou-se com a porta que dava para o telhado. Estava aberta.

**********
Huuuuuuu....

e aii o que acahram? Espero que tenham amado! *-*

Paula: HAAA que emoção a primeira! *-* *o* BEST você é  D++++++++!!! Muitoooooooo obrigada! *-*Só pra mim? Beijins de estrelas só pra você tbm!  te amhu de coração DIVAW! ###POSTANDO###
Heloisa: Só você mesmhu pra ficar eu postando que nem louka! *-* então: OBRIGADA! *-* Haha te amhu muitooo BEST! *-*

Bom o nome da nova historia será: Prisioneira do Amor. 
E espero que vocês curtam! 

4 coment´s!

Amhu vocês muitooooooo


Ass:Lívia.

4 pensamentos:

Paola on 1 de março de 2011 17:43 disse...

OOQUEE??! MENINA COMO VS PARA NESSA PARTE, TA QUERENDO ME MATAR DE CURIOSIDADE EH??!! HSUHAUSHAUSHA

COMO VS EH MÁ!! KKKKKK
MAIS MSM ASSIM EU T AMOOOO MTTT TAH!!

PPPOOSSSTTTA LOGGOOO EIN BESSTT LINDDDA!! DIVAH Q EU AMOOOO <3

BEIJOOOOSSSS, MTTTSS BEIJOSSS PRA VS!!! <3

Paola on 1 de março de 2011 17:47 disse...

Ahh, e posso t fazer uma pergutinhaa??!! Vs por acaso escreve ou sabe d alguem q escreve fics??! pra mim repostar, eh q eu to super sem criatividade pra escrever!!! to esperando a respostaaa!! hehe' OBGG AMREE *-*

BEIJOOSSS, AMOO TUH!! <3

Heloisa_jemi.Nelena on 1 de março de 2011 17:55 disse...

que isso vc merece isso e mto mais mais sera que dava pra postar so mai um capitulo ante de eu ir ??
18:20 eihnnnnnn

Heloisa_jemi.Nelena on 1 de março de 2011 17:56 disse...

por favor seja boazinha posta pra mim se não vou morre de curiosidade garotaaaaaaa
bjosss best xau

 

Meu primeiro e único amor. Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting