quinta-feira, 2 de agosto de 2012

— Caio Fernando Abreu

Por: Lívia Stramare
— E o que a gente vira quando vai embora de alguém?
E o Senhô respondeu:
— Uns viram pó. Outros caem igual estrela do céu. Outro só viram a esquina… E têm aqueles que nunca vão embora.
— Não? E eles ficam onde, Senhô?
— Na lembrança.

0 pensamentos:

 

Meu primeiro e único amor. Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting